TIE THE KNOT # o durante




Entrei na igreja ao som de Here Comes the Sun dos Beatles, num misto de nervosismo e felicidade.
Foi uma missa leve, com músicas que nos diziam muito, tudo escolhido a dedo pelo maridão e pelo nosso padre, que tinha sido nosso professor no secundário.

No mesmo dia em que dissemos o ''sim'' batizamos o nosso filho Lourenço e para que todos tivessem um papel importante na missa a Leonor cantou-lhe a musica de batismo.

Foi uma missa jovem descontraída e que chegava a todos.





Saímos ao som de All you Need is Love, também dos Beatles, já casados e ainda mais felizes, já com toda a família e amigos na rua à nossa espera, todos cantavam ''all you need is loveee''...!

Foi bom poder envolver toda gente que gostamos neste momento tão marcante no casamento, sem emoções dramáticas, só com música, boa disposição e muita felicidade.




Saímos da igreja num Daimler, o carro onde os avós do António namoraram há muitos anos a trás, e que agora nos levava a nós!
  
Lá atrás iam três pestinhas, vestidas com este vestido da zara, que ficava brutal com a coroa de eucalipto, e ''ao lado'' do meu vestido.








  

O cocktail foi servido numa parte do jardim, onde havia tapetes no chão, fardos de palha, paletes de obra com almofadões e um saxofonista que tocava jazz.






Do outro lado do jardim, estavam as mesas e a pista de dança.

A decoração foi pensada para ser simples, boho, mas elegante.

Não queríamos tenda, só queríamos luzes de gambiarra, e a iluminação das velas das mesas.

Nas luzes recorremos a empresa Leds4Dance que foram impecáveis, e nos colocaram não só as gambiarras como alguns focos de luz em árvores e arbustos do jardim, montaram nos a pista de dança e foi também com eles que alugamos o gerador (muito importante).

Havia mesas redondas, na qual o centro de mesa eram peças em casquinha com arranjos de flores com rosas, flores de cera, flores do campo, cravos entre outras; com velas e com muita dinâmica nas alturas e texturas.

Nas mesas retangulares, a decoração era um ''festão'' ( um arranjo ao comprido) de eucalipto que ia de uma ponta à outra da mesa, com algumas velas, mas bastante mais simples que a decoração das mesas redondas.
Queria que houvesse um equilíbrio entre os dois tipos de mesa.
As mesas era de madeira, sem toalhas, com os talheres dourados, com um marcador de barro e os pratos brancos.

Todo material e flores foi fornecido pela empresa Martins Alves










No que tocava à identificação das mesas, estávamos com pouca imaginação e queríamos fazer algo diferente e especial, resolvemos pedir ao nosso amigo Luis Pinto Leite, que é designer e um grande artista, para nos desenhar em estilo BD (engraçada) a nossa história.

Cada página aka cada capitulo seria o tema de uma mesa, e os convidados iriam receber um pequeno livro com a compilação de todas as páginas - desta forma não só tínhamos o tema das mesas como tínhamos um presente engraçado e original para dar aos convidados!



Na mesa dos noivos as nossas cadeiras eram em modelo Emanuel ou as chamadas peacock chair, que vieram diretamente da Índia para o nós :)  - um pormenor que sempre quis e não abdiquei!



Entramos no copo de água, com o Dance do Justin Timberlake  escoltados pelos nosso padrinhos lindos, foi um momento MEGA!
Estávamos todos de pé, tudo a canta, tudo a dançar, muito muito divertido.


O jantar foi buffet, servido pela Conversas na Gandarinha, que tinha pratos óptimos entre saladas, magret de pato, crepes e outras coisas deliciosas e super variadas. 







O bolo, que nós queríamos que fossem mini bolinhos, foi confecionado pela talentosa Sofia Poiares.

Era um chease cake de maracujá que foi servido em cubinhos de plástico transparente e colheres de madeira da Docinho de Açúcar

Abrimos o bolo ao som de Queen - Crazy Little Thing Called Love e foi um momento muito divertido!




Uma das coisas mais divertidas do casamento foi a cabine de fotografias instantâneas que arranjamos para durante a festa!

Os adereços são top e a empresa Saídos da Caixa são muito profissionais! 

Fiquei muito contente com o trabalho e com resultado a cima de todo porque no fim ficamos com as fotografias todas que foram tiradas ao longo da noite o que dá para umas boas gargalhadas!

Fotografia tirada do facebook da empresa
Fotografia tirada no Photo Booth do Saídos da Caixa




O nosso super DJ Carlitos Barros deu música até as 6h da manhã, e adivinhem quem foram os últimos a sair?

Os noivos claro!




As fotografias são todas da MATE




E o responsável por este incrível filme foi o meu amigo  Gonçalo Pelágio 

2 comentários:

  1. Bom dia Maria... dei com o seu blog enquanto navegava pela web. Impressionante como o seu casamento se identifica com aquilo que eu sonho! sempre quis algo diferente e assim mais para o boho. Estava tudo lindo! todos os pormenores! Parabéns!
    Onde foi mesmo realizado o seu casamento que parece ter um espaço exterior magnífico?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vanessa obrigada pelo simpático comentário :)

      O casamento foi numa casa particular! mas criando o ambiente certo todos os jardim resultam!

      Bjs

      Eliminar